Apresentação

Bem-vindo ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (PPGEC) da Ufes

  • A área de logística em transportes trata de estudos logísticos envolvendo tanto os aspectos operacionais como também estratégicos que incluem decisões logísticas.

  • Atividades de pesquisa em geotecnia, com linhas de pesquisas com ênfase em atividades práticas experimentais e por análise numérica e computacional.

    Destacam-se as sub-áreas: Geotecnia Experimental, Mecânica dos Solos não Saturados, Tratamento Disposição e Aproveitamento de Resíduos, Estruturas de Contenção e Solo Reforçado e Fundações.

  • Esta linha de pesquisa trata do desenvolvimento de estudos de investigação no âmbito da área de Análise Estrutural com Desenvolvimento de Software, Dimensionamento Concreto Armado e Protendido considerando Efeito de 2a, Ordem, Fluência, Elementos Muito Esbeltos, Patologia de Concreto Armado, Otimização Estrutural.

  • Esta linha de pesquisa visa o desenvolvimento de estudos em estruturas de aço e mistas, focando não apenas a solução de problemas típicos de sistemas estruturais em aço e/ou mistas, mas também modelagem computacional, estudos de ligações parafusadas e soldadas, análise de estabilidade, comportamento até à ruptura e aspectos relacionados às vibrações estruturais.

  • Na linha de pesquisa Concretos e Argamassas (CONAR) busca-se desenvolver projetos de pesquisa envolvendo as propriedades físicas, mecânicas, características químicas, morfológicas e microestruturais e a durabilidade de diferentes tipos de concretos (concreto estrutural, concreto massa, concreto auto-adensável, concreto pesado, concreto com fibras, refratários, etc) e argamassas (argamassas de assentamento, revestimento, recuperação estrutural, refratárias, etc).

  • Na linha de pesquisa Utilização de Resíduos e Subprodutos Industriais como Materiais de Construção (URSPI) o que se está buscando é analisar as potencialidades de utilização de resíduos sólidos e subprodutos industriais de vários segmentos em materiais cimentícios, cerâmicos e poliméricos/betuminosos da construção civil.

  • Na linha Construção Sustentável e Arquitetura Sustentável (CASUS) busca-se desenvolver projetos de edificações e de engenharia civil com alto desempenho ambiental, buscando o grande objetivo da construção sustentável no âmbito do desenvolvimento sustentável. Nela pesquisam-se metodologias de avaliação de desempenho ambiental de edificações e obras de engenharia civil. Em tais metodologias buscam-se alcançar desempenho em parâmetros, tais como: Sítios sustentáveis, Eficiência no uso da água, Energia e atmosfera, Materiais e recursos, Qualidade do ambiente interior, Inovações.

    Construção Sustentável e Arquitetura Sustentável (CASUS)
    Por Profª Cristina Engel

    A questão da sustentabilidade é temática recorrente em praticamente todos os setores da produção, e coloca-se na atualidade como objeto de particular interesse para a investigação científica. No entanto, a avaliação do quanto sustentável é um determinado empreendimento ou atividade produtiva é uma questão que, ainda, suscita polêmica e acaloradas discussões, especialmente no meio acadêmico. Observa-se que não é possível medir a sustentabilidade de um empreendimento com o rigor necessário e desejável por absoluta falta de dados básicos, seja no âmbito do Estado do Espírito Santo, seja no contexto da realidade nacional. Assim, embora tenha sido desenvolvida uma ferramenta regional de avaliação de sustentabilidade denominada ASUS (disponível em http://www.lppufes.org/asus/) observou-se a necessidade de ampliação dos estudos e, principalmente, a geração de dados e informações que pudessem incrementar essa ferramenta ou outros instrumentos de avaliação.

    No âmbito da arquitetura especificamente, os principais aspectos que exigem atenção referem-se aos temas inerentes ao conforto (térmico, acústico, lumínico, ergonômico, visual e psicológico com ramificação para a eficiência energética, ventilação, mudanças climáticas, etc.); materiais (desde a obtenção da matéria prima e produção do componente até o desmonte final da edificação e eventual tratamento dos resíduos); e sistemas eficientes de avaliação de impacto ambiental.

    Considerando que ambientes isolados, normalmente, permitem o controle das variáveis para o estabelecimento de metodologias de avaliação, a possibilidade de atuação na Antártica e nas ilhas oceânicas – como o Arquipélago de São Pedro e São Paulo, a Ilha da Trindade, o Atol das Rocas e o Arquipélago de Fernando de Noronha – é um fator de indiscutível relevância, permitindo tanto as atividades voltadas para o objetivo geral como, também, para a eficientização das edificações instaladas e sob a responsabilidade técnica do Laboratório de Planejamento e Projetos da Ufes.

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (PPGEC- UFES) tem como objetivo formar mestres em Engenharia Civil (Estruturas, Construção Civil e Transportes) através de estudos avançados de caráter teórico, numérico e experimental, desenvolvidos nas diversas disciplinas e da realização de uma pesquisa orientada que leve à elaboração de uma dissertação de mestrado. As linhas de pesquisa, além do foco na formação de recursos humanos para a pesquisa e o magistério, buscam atender às necessidades do setor produtivo regional e nacional.

De fato, o PPGEC vem ao longo dos anos formando mestres em Engenharia Civil que atuam tanto no setor profissional do Espírito Santo como também na área acadêmica. Muitos dos discentes titulados pelo PPGEC deram continuidade à sua formação realizando cursos de Doutorado e foram contratados por cursos de graduação em Engenharia Civil tanto na UFES como em outras instituições de ensino superior em Engenharia Civil no Estado do Espírito Santo.

O Programa atua de acordo com seu Regimento Interno, disponível no link https://www.dropbox.com/s/l0eyt8t0ge7wp6z/REGIMENTO%20INTERNO%20PPGEC%20...

O programa tem sua sede em Vitória-ES, oferecendo o curso de Mestrado em Engenharia Civil desde 1997 e mantém um perfil de qualificação acadêmica atestado pela CAPES, tendo recebido conceito 3 na última avaliação.

O programa já formou 269 mestres e conta com 98 alunos regularmente matriculados, todos no mestrado.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910